HOME O BRINCANTE PÚBLICOS CURSOS CONTRATE O BRINCANTE CEDOC EVENTOS NOTÍCIAS CLIPPINGS EQUIPE

OFICINA E AULA ESPETÁCULO COM FRANÇOIS MOÏSE BAMBA | 8, 9, 10/11

Instituto Brincante / 02.11.2018


O Brincante recebe o contador de histórias e ator do Burkina Faso, François Moïse Bamba, para uma oficinia e aula espetáculo como parte da programação do Seminário Cultura Brasileira na Educação. Reserve sua vaga!
 
 

Oficina: A arte de contar histórias com François Moïse Bamba

tradução de Laura Tamiana

Ditados, provérbios, cantigas, contos, mitos e lendas de repertório tradicional da África do Oeste. Este é o terreno sobre o qual o artista propõe dinâmicas convidando à experiência da arte de contar e à investigação de fontes onde encontrar suas histórias, em diálogo com a narrativa pessoal de cada um. 

 

A QUEM SE DESTINA

Atores, dançarinos, músicos, artistas, educadores e interessados em geral (jovens e adultos)

 

Dias: 8 e 9 (quinta e sexta), de 14 às 18h (com uma pausa lanche)

Valor: R$ 300,00

Quantidade: 35 pessoas

INSCRIÇÕES

 

Aula-espetáculo: Palavras de Griots com François Moïse Bamba

tradução em cena de Laura Tamiana

Na sociedade tradicional africana a palavra é mantida pelos griots. Eles são os porta-vozes da vida social, possuem os papéis de conselheiros, historiadores, transmissores das memórias. Uma partilha de contos que relatam a origem, o nascimento e a força dessa tradição do saber e da oralidade, com momentos de música e conversa com o público.

 

Duração: 90 minutos

Dia: 10/11 (sábado), 20h

Valores: R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia)

Alunos do Brincante pagam meia e alunos do curso Formação Brincante não pagam.

INSCRIÇÕES

 

 

O artista

Contador de histórias e ator do Burkina Faso, François Moïse Bamba é da casta dos ferreiros, os mestres do fogo e do ferro. Foi iniciado na arte do conto por seu pai e criado em estreita relação com a tradição da cultura e da arte griot. Credita sua formação artística principalmente a Hassane Kouyaté, Habib Dembélé e Jihad Darwiche. Coletou e reescreveu numerosos contos do Burkina Faso, alguns deles dando origem a CD, DVD e livros publicados na França. Hoje, Le forgeron conteur (o ferreiro contador), é reconhecido internacionalmente por seu trabalho e viaja o mundo inteiro ao encontro do público. Desde 2003, participou de inúmeros festivais, na França, no Niger, Egito, Djibouti, Congo, Québec, Martinica e outros. Pela primeira vez em São Paulo, já esteve no Brasil duas outras vezes (2011, no festival África Diversa, no Rio de Janeiro, e 2017 no festival FETEAG, em Recife e Caruaru). Foi por diversos anos diretor artístico do festival Yeleen, no Burkina Faso, diretor artístico e cultural da Maison de la Parole (Casa da Palavra) e coordenador geral da Rede Internacional de Contadores de histórias da África do Oeste Afrifogo. Criou a companhia Les Murmures de la Forge (conto e música) e desde 2018 realiza o Festival Internacional dos Patrimônios Imateriais (transmissão de saberes e fazeres tradicionais). 

 

 

Ir para

SEMINÁRIO CULTURA BRASILEIRA NA EDUCAÇÃO



TAGS: Eventos
ENVIE PARA AMIGO